autoconhecimento e constelação, terapia e espiritualidade

Constelação Sistêmica: os efeitos colaterais de acessar a luz

perseverança

Quando alguém realiza uma constelação sistêmica, está, na realidade, trabalhando a mente, as emoções, o corpo e as energias envoltas na questão. Atingimos o inconsciente individual e também o inconsciente familiar coletivo. A base da constelação é a inclusão, e incluir uma emoção profunda irá, fatalmente, repercutir em todas as áreas onde esta emoção profunda estava agindo antes. Por exemplo, se uma dor inconsciente estava atraindo relações desastrosas, ao ser vista, incluída e deixada de lado, a tendência é que as relações se tornem mais harmônicas.

Porém, é importante entender que o ser humano é um ser holístico, integrado ao seu ambiente, ao corpo, às emoções, aos pensamentos e ao espírito, tanto seu, como de pessoas em sua volta. Assim, tudo o que vivíamos antes, quando identificados com uma dor do sistema familiar, deixará de ter sentido, após ter feito a constelação. Ou seja, os pensamentos fixos, as emoções antigas, relações pessoais e as sensações do corpo que estavam ligadas a esta dor, irão modificando.

A constelação, às vezes, provoca uma reação em cadeia. Não é em todos os casos, mas pode ser que os pensamentos fiquem confusos, sonhos ocorrem, abertura da mediunidade e percepção extrassensorial, questões físicas e pequenas doenças… É um processo que no xamanismo costuma-se dizer “limpeza”.

Eu gosto de usar o termo “afinação do instrumento”. Veja bem, querido. Se estávamos acostumados a dores inconscientes, nossa mente só ficava pensando em problemas, sofrimento, se perdendo em emoções como raiva, medo, angústia, insegurança… O corpo, sem dúvida, está afetado por estas emoções e pensamentos, e os órgãos físicos que processam a energia emocional da raiva, medo, etc., são também afetados. Subitamente, não existe mais a exclusão da dor, e ela deixa de atuar no sistema. É como você vivesse anos e anos carregando uma tonelada nas costas, subindo um morro, e de repente, não está mais com o peso e sente-se num caminho plano. Terá que acostumar a andar desta forma nova.

Pode parecer esquisito, mas estamos muito mal acostumados com o sofrimento. Nossa mente condicionou-se a ver as coisas difíceis, olhar para os obstáculos, sofrer com o problema próprio e dos outros, pensar demais e desnecessariamente, e quando não sentimos mais esta compulsão, temos muita dificuldade em readaptar-se à luz, que é o nosso estado natural. O que é luz, especificamente? É a sensação consciente de que estamos sendo conduzidos, guiados e protegidos. É perceber o próprio talento e dar credibilidade a ele. É projetar o sucesso pessoal. É ansiar por uma relação excelente e mover-se em direção a isso. É estar bem com o próprio corpo. Estar com a mente em paz e a intuição aflorada. As emoções vistas, sob controle. O vigor físico em ordem. Como um velho instrumento mal usado e empoeirado, aos poucos ele vai sendo limpo e afinado, para poder tocar a bela sinfonia que todo ser humano tem o dom de tocar.

Quando alguém faz uma constelação familiar sistêmica, está se abrindo para um renascimento. Renascer para uma nova forma de viver, de sentir o mundo, as pessoas e a sua relação com a vida. Os hábitos antigos deverão ser deixados. Mas percebo que isso é inevitável – querendo ou não, os hábitos que não fazem mais sentido vão caindo, um a um. O corpo vai solicitando ser cuidado. A alimentação pede por coisas mais naturais, saudáveis. As compulsões e vícios vão perdendo o sentido. As raivas internas, mágoas, ciúme, inveja, cobiça, insistência e teimosia em achar que está “dominando a vida” e outros aspectos mentais que refletem elementos sistêmicos que estavam excluídos dentro de nós, pedem por serem vistos e deixados… Esse é o processo que tenho visto. Em alguns casos, assim como na fitoterapia, aquilo que precisa ser expurgado vem à tona… e assim podemos deixar estes sintomas partirem.

Muitas pessoas estão firmando neste caminho. Um caminho diferente. Vivendo a mesma vida, aparentemente, mas com uma qualidade totalmente diferente. Lembro-me de uma música, que diz assim: “Todo mundo quer viver de amor, mas é preciso aprender… voarás, voarás”. Perseverança, meu caro, se você está passando por um processo assim. As nuvens irão se dissipar, e em breve, você verá o céu azul novamente… Continue andando. Há muito o que fazer. E não se engane: se você já está acessando este “céu azul”, é seu trabalho levar, do seu jeito, com seus próprios recursos, mais pessoas para presenciarem o mesmo céu que se mostra deslumbrante para você…

alex possato constelações sistêmicas logo

 

 

Quer falar comigo? Dúvidas? Quer saber sobre consultas? Preencha o formulário abaixo e logo logo entro em contato! Abração!

Anúncios

Sobre alexpossato

Professor de constelação familiar sistêmica e terapeuta sistêmico

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Se você não é usuário do Wordpress e deseja receber as atualizações deste blog, preencha o quadro abaixo com o seu email, e logo receberá uma confirmação para receber as nossas atualizações! Namastê!

Junte-se a 3.753 outros seguidores

Eventos Agendados

Nenhum evento

%d blogueiros gostam disto: